fbpx

06 vantagens de se utilizar o Benchmarketing em seu planejamento de ações

Benchmarking é um processo de pesquisa competitivo que fornece uma análise aprofundada das melhores práticas usadas por empresas no mesmo setor ou não que a sua e pode ser replicado em seu negócio. O feedback recebido sobre as condições do mercado ajuda os executivos a tomarem melhores decisões, melhorando o desempenho e desenvolvendo os negócios.

O que é Benchmarking?

O benchmarking é uma das estratégias mais relevantes para melhorar a eficiência. Este é um processo de pesquisa entre empresas do mesmo setor para analisar o desempenho de seus produtos, processos e serviços em relação aos concorrentes. Na tarefa de monitorar o mercado, as informações coletadas são analisadas, interpretadas, avaliadas e medidas. Para criar uma verdadeira inteligência de mercado, você precisa entender o que os dados significam e como eles podem beneficiar sua empresa.

Quais são os tipos de Benchmarking?

Existem muitos tipos de benchmarks, e cada benchmark ajuda sua empresa de maneiras diferentes.

A seguir, mostraremos os principais tipos:

  • Interno:
    Procura as melhores práticas adotadas dentro da empresa e analise as diversas áreas da empresa.
  • Competitivo:
    A análise minuciosa das práticas da concorrência, visando superá-las, usa os concorrentes como parâmetro.
  • Funcional:
    Procure etapas que possam ser aplicadas em qualquer projeto, mesmo que não sejam semelhantes ou não concorram no mesmo mercado. Comparação de processos de trabalho entre organizações.
  • Cooperação:
    Quando duas empresas formam uma parceria para trocar experiências e compartilhar informações sobre seus processos.

Não sabia o que era um Benchmarking? Confira:

 

Quais são as vantagens de se fazer o Benchmarking?

  • Descubra práticas de sucesso de empresas que estabeleceram conhecimento em tópicos específicos.
  • Melhorar a compreensão que a organização tem de si mesma.
  • Desenvolva um plano para desenvolver estratégias e habilidades para colocar a empresa no caminho do crescimento.
  • Motive sua equipe para atingir metas alcançáveis.
  • Buscar maneiras de reduzir custos, aumentar a produtividade e as margens de lucro.
  • Identifique novas tendências e alcance o sucesso.

O Benchmarking e o Marketing Digital

Em marketing digital, o benchmark pode ser conduzido para revisar toda a estratégia de marketing online ou revisar aspectos específicos do segmento de mercado, como entender quais práticas de search marketing, mídia social ou e-mail marketing são mais amplamente utilizadas e quais dão maiores retornos. Após avaliar os dados alcançados e os prós e contras do marketing da empresa, o resultado dessa análise será a criação de um modelo de referência, que é o padrão a seguir.

Como iniciar o Benchmarking

  1. Eleja os concorrentes que deseja acompanhar.
  2. Determine os indicadores de análise qualitativos e quantitativos.
  3. Adquira os dados para a análise, compare e analise as informações.
  4. Com os dados obtidos, faça um relatório da sua analise com todas as informações relevantes que foi adquirida.

 

Gostou do post?
Esperamos que o conteúdo tenha relevância para suas pretensões, seja para estudos ou
para começar aquela estratégia. E caso tenha sugestões, dúvidas, ou queira ajuda para
alavancar seu negócio, estamos à disposição.

Read More

05 passos para você ser mais assertivo em sua campanha de Natal

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a principal data
comemorativa do varejo, o Natal, deve movimentar R$ 37,5 bilhões em vendas em 2020. A expectativa criada pelos lojistas é que o Natal será a retomada das vendas, após alguns meses em um cenário conturbado, devido ao Covid-19.

Com o Natal quase batendo nas nossas portas! A maior parte das campanhas publicitárias de Natal são pensadas para despertar as emoções do público, e o público tem sido movido pelo espírito do Natal, por isso, quando se vê o anúncio da empresa e estabelece uma relação com a marca, conseguimos até nos adaptar ao clima. Alguns ganchos utilizados para fazer as campanhas publicitárias de Natal são: solidariedade, partilha, amor, família. Mesmo depois de um ano totalmente atípico, o Natal é uma das datas mais esperadas, pois para muitos é uma época onde se
renova as esperanças.

Ações de marketing para ter um maior retorno nas suas vendas

Enumeramos algumas ações para que você possa colocar em prática na sua empresa, para ajudar a
promover as vendas nesse Natal. Se planeje para o mês de dezembro, para oferecer conteúdos de
qualidade.

  • Crie Landing Page para atrair leads
    Crie uma página de destino de Natal específica para obter algumas informações importantes de clientes em potencial e envie um orçamento personalizado. Ofereça benefícios para clientes em potencial se cadastrarem nas landing pages.
  • Disparos de E-mail Marketing
    Envie e-mails contendo itens que seu público demonstrou interesse em comprar. Ao converter a página de entrada para personalizar a mensagem, use todas as informações fornecidas pelo Lead.
  • Crie uma página com sugestões e ofertas do Natal
    O maior benefício de criar esta página é que você pode usar temas da data para executar campanhas que visam suas melhores ofertas. Crie uma página com sugestões de presentes. Eles podem ser para o amigo secreto, família, filhos, pais ou amigos.
  • Utilize as redes sociais
    Promova sua campanha de Natal com as redes sociais. Use o tempo para focar a estratégia desses canais nas vendas promocionais. Portanto, use os recursos fornecidos por cada mídia para divulgar seus produtos. O marketing de conteúdo em redes sociais tem recursos virais muito poderosos. Traga tráfego para o seu negócio.
  • Mude a identidade virtual para um clima natalino
    Algumas empresas mudarão suas fotos de perfil e capas de fanpage. Use todos os espaço a seu favor! Na capa da fanpage, você pode colocar uma imagem para ilustrar o clima de Natal ou alguns banners de oferta.

Exemplo de campanha de marketing

Um exemplo de marca, que consegue transmitir o espírito natalino e que todos aguardam, é a Coca-Cola. A marca utiliza suas campanha tradicionais de Natal para se promover ainda mais, um conjunto de ações que marcam momentos e trazem emoções aos consumidores. A Coca-Cola, consegue fazer uma campanha 360, onde ela atua efetivamente no marketing digital e no marketing tradicional, conseguindo alcançar a todo tipo de público, por isso consegue ser uma marca de referência a muitos empresários. Além disso, a Coca Cola completa 100 anos desde a primeira campanha publicitária de Natal. Recentemente, ela lançou o filme “ The Letter”, que transmite a mensagem
“Neste Natal, o melhor presente é estarmos juntos”. Marina Rocha, diretora de Marketing da Coca-Cola, comentou, “ 2020 tem sido difícil para muitos de nós e, por isso, essa época festiva será ainda mais significativa. A Coca-Cola celebra o Natal como uma data especial de conexão com as pessoas, fazendo campanhas emocionantes e memoráveis desde 1920. Ao longo destes anos, inspiramos os nossos consumidores com mensagens de união, e que buscam dar valor ao que realmente importa. Agora não podia ser diferente: vamos reforçar que a verdadeira magia é estarmos juntos, do jeito que for”.

 

Gostou do post?
Esperamos que o conteúdo tenha relevância para suas pretensões, seja para estudos ou
para começar aquela estratégia. E caso tenha sugestões, dúvidas, ou queira ajuda para
alavancar seu negócio, estamos à disposição.

Read More

6 motivos para você criar um site para sua empresa imediatamente

Três quartos dos brasileiros acessam a Internet, o que corresponde a 134 milhões de pessoas, isso refere a 74% da população brasileira acima dos 10 anos, segundo a pesquisa TIC Domicílios, do Comitê Gestor da Internet (CGI.br). Apesar do segmento de mercado, local ou escala, o denominador comum de todas as empresas de sucesso é um site. Quem não tem presença digital, irá perder oportunidades no mundo dos negócios.

Quais são os tipos de site que existem?

Atualmente, existem alguns tipos de sites, e conhecendo um pouco de cada um, você tomará a
melhor decisão para o seu negócio.

Site Institucional

O site institucional é uma página virtual, dinâmica cujo único objetivo é divulgar informações, serviços,
produtos e ideias da empresa. Esse tipo de site deve ser intuitivo, rico em conteúdo e usar uma
linguagem de fácil compreensão. As pessoas procuram os sites institucionais para obter informações
como telefones, endereços, e-mails, e saber quais produtos e serviços a empresa oferece e como utilizá-los.

Loja Virtual
Segundo termos técnicos, uma loja virtual é um software desenvolvido para o ambiente Web,
especificamente para o navegador. Outro detalhe é que esses programas podem ter diferentes
linguagens de programação. Independentemente do meio utilizado, a loja virtual pretende ser uma
ferramenta de negociação de compra e venda de produtos na Internet de forma a disponibilizar
informações úteis e objetivas, como preços, descrições dos produtos, formas de pagamento e formas de
entrega. Tudo isso afetará a decisão de compra do usuário.

Blogs
O blog é uma página online que é atualizada com frequência. Portanto, são uma forma de comunicação
entre pessoas, instituições e o mundo. Podemos dizer que um blog é um conjunto de páginas em
constante atualização, geralmente rodando na mesma base do site principal (para empresas), ou na
mesma base do próprio site (para páginas pessoais).

Redes Sociais
No mundo virtual, as redes sociais são sites e aplicativos que operam em diferentes níveis (como
profissional, relacionamento, etc.), mas sempre permitem que pessoas e / ou empresas compartilhem
informações.

6 motivos para abrir um site pra sua empresa

  • Obtenção de novos seguidores
  • Aumento das vendas
  • Ter autoridade no mercado
  • Contato maior com o público alvo
  • Dar visibilidade a marca (24 horas)
  • O site é o seu cartão de visita

Como um site deve ser

  • Dinâmico e fácil de atualizar
  • Feito por pessoas capacitadas
  • Otimizado para o Google e ter uma conta do Analytics
  • Integração com as redes sociais
  • Ter um bom design e simplificado para o uso

“A inovação precisa ser parte de sua cultura. Os consumidores estão se transformando mais rápido do
que nós, e se não os alcançarmos, estaremos com problemas.” – Ian Schafer, CEO e fundador da Deep
Focus.

Gostou do post?
Esperamos que o conteúdo tenha relevância para suas pretensões, seja para estudos ou
para começar aquela estratégia. E caso tenha sugestões, dúvidas, ou queira ajuda para
alavancar seu negócio, estamos à disposição.

 

Read More

Gatilhos Mentais: como ser persuasivo e aumentar suas vendas

Os gatilhos mentais são estímulos recebidos pelo cérebro para a tomada de decisões. Gatilhos mentais são os estímulos que o cérebro recebe. Se você está envolvido em vendas, deve entender esses gatilhos e entender quais gatilhos podem ser usados e como usá-los em momentos importantes de negociação. 

O que são gatilhos mentais? 

Os gatilhos mentais são decisões tomadas pelo cérebro em um estado inconsciente. Parece que ele realizará automaticamente algumas ações para se dedicar às escolhas mais complicadas e evitar o esgotamento mental 

A resposta aos gatilhos mentais é o resultado natural do ser humano enfrentando estímulos externos, e sua estrutura pode ser construída estrategicamente para fornecer sentimentos e emoções ideais. Depois que o gatilho é ativado, uma janela de memória pode ser aberta para trazer a pessoa de volta ao passado, que é onde ela experimentou pela primeira vez. É como encurtar o tempo em alguns segundos e sentir a mesma sensação na hora e local do evento. 

A dica aqui é ter cuidado ao usar estratégias de desencadeamento psicológico, para que ao invés de ativar memórias traumáticas ou emoções negativas, seja melhor ativar coisas que tragam conforto, carinho, amor. 

 

Como o gatilho mental desempenha um papel no marketing e nas vendas? 

Quem depende da venda para sobreviver deve compreender os princípios que levam ao acionamento dos gatilhos psicológicos e trabalhar de todo o coração na aplicação prática. Então, as áreas de marketing e vendas usam os gatilhos mentais que são comuns à nossa cultura como os Princípios: 

  • Autoridade: Para usar esse gatilho psicológico, você precisa aumentar a confiança das pessoas. Você deve posicionar seu produto ou serviço como líder de mercado, o público precisa sentir que seu negócio é o melhor no segmento de mercado e, para isso, você deve agir como quem realmente sabe o que está fazendo e tenha autoridade neste assunto. 
  • Novidade: Nós como seres humanos, adoramos uma novidade. Diante das novidades, nossos cérebros enviam uma sensação de gratificação. O potencial para essa fruição nos faz sempre procurá-lo. É importante publicar inovações de vez em quando para que o interesse do público pelo seu negócio esteja sempre aumentando. 
  • Prova social: Somos seres sociais e somos totalmente afetados pelas palavras, ações ou experiências de outras pessoas. Tendemos a gostar das coisas simplesmente porque outras pessoas gostam delas. Portanto, qualquer informação que mostre popularidade em seu site pode imediatamente desencadear o desejo de compra. Sempre anuncie os produtos mais vendidos. 
  • Urgência: Ele pode inspirar uma sensação de perigo de que as pessoas estão prestes a perder oportunidades importantes. A melhor forma de colocá-lo em prática no marketing digital é sugerir um número limitado de produtos ou serviços e alto interesse por eles. 

As mais comuns nas estratégias de marketing digital são visuais (imagem) e auditivas (som). O gatilho mental de uma pessoa pode ser ativado por um ou mais dos cinco sentidos: visão, audição, tato, olfato e paladar.  

Uma dica de livro para nossos leitores, que pode contribuir e desencadear uma nova visão sobre o assunto é: Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, de Dale Carnegie, e “Pré-suasão: A influência começa antes mesmo da primeira palavra”, de Robert Cialdini.

 

Gostou do post?
Esperamos que o conteúdo tenha relevância para suas pretensões, seja para estudos ou
para começar aquela estratégia. E caso tenha sugestões, dúvidas, ou queira ajuda para
alavancar seu negócio, estamos à disposição. 

Read More

Dia das crianças e os resultados históricos de vendas

Redação Skill

De astronautas a engenheiros, toda criança pode ser qualquer coisa, porque nada é mais forte do que a imaginação de um menino(a). Basta jogar a toalha na mesa para criar uma cabana misteriosa na floresta. As dunas de areia da praia tornaram-se um belo castelo. Para eles, o mundo inteiro está brincando! Agora diga: há época melhor na vida do que a infância? Focando no potencial de vendas daquela data, as empresas também participarão neste evento
para ganhar a atenção das crianças, bem como dos pais, tios e avós.

O Dia das Crianças

Não é por acaso que o Dia das Crianças se tornou uma dos maiores datas do varejo, tendo
uma relevância comercial muito alta. Segundo dados da Ebit, a receita do e-commerce atingiu
R $ 1,66 bilhão em 2016, com bilheteria média de R $ 408. A situação para a pandemia de
2020 é diferente, mas isso não significa que você não deva procurar vender mais
produtos/serviços. Muito pelo contrário: os dados mostram que esta é uma grande
oportunidade para gerar mais oportunidades. No entanto, você só terá chance de aumentar os
lucros se começar a agir logo.

Algumas dicas para o Dia das Crianças:

  • Faça uma Landing Page de pré-venda:
    O dia das crianças é uma data para uma segmentação bem especifica: crianças. Mas
    há uma variedade de presente e públicos a serem definidos, pois podemos interagir
    com uma criança de 5 anos até um adulto de 75 anos. Portanto, para entender
    imediatamente as preferências de seus consumidores, uma ideia é fazer uma landing
    page de pré-venda e criar campos de idade e sexo. Portanto, você pode enviar
    campanhas de marketing por e-mail direcionadas para incentivar a pessoa a preencher
    a página de destino e pode fornecer cupons de desconto exclusivos, frete grátis ou
    outras ofertas.
  • Faça Kits para aqueles que dão mais de um presente:
    No Dia das Crianças, é comum que os consumidores precisem de mais de um
    presente. Essas pessoas vão precisar de presentes diferentes e você pode aproveitar a
    necessidade de incentivá-las a comprar todos os presentes na mesma loja (neste caso,
    a sua loja). Existem muitos motivos pelos quais essa estratégia funciona. Isso pode ser
    devido ao fato do frete ter sido pago uma única vez, o pagamento concentrado em um
    só lugar e até mesmo a compra facilitada.
  • Crie desafios para seus clientes:
    Já pensou que o seu cliente pode ser um dos maiores divulgadores da sua marca? Não
    importa o tempo que falta para o Dia das Crianças, você ainda pode tomar medidas
    legais e contar com a participação do público. Assim, como foi feito no último ano, o
    desafio de recriar fotos antigas, ou postar alguma lembrança boa que uma foto te
    trouxe, são desafios que trazem momentos que talvez muitos nem lembrasse mais. O
    maior objetivo desse desafio, é resgatar a criança que vive dentro de nós.
  • Aproveite o Dia das Crianças mesmo que o seu público-alvo não seja infantil:
    Como a maioria dos feriados, sempre há nichos que não podem atender às
    necessidades de qualquer dia em seu portfólio. Mas você pode ser criativo. Algumas
    empresas aderiram à tendência nostalgia, publicaram conteúdos sobre a infância e até
    mudaram as fotos em suas fan pages. O mais importante é construir esse vínculo com
    o público, pois sua imagem tende a simpatizar com sua marca e comprar seus outros
    produtos em outros momentos.
  • Conteúdo que gera palavras-chave relacionadas ao seu produto:
    Além das informações técnicas. Fale sobre o propósito do produto e suas diferenças.
    Relacione as informações às pessoas com as quais deseja entrar em contato. Lembre-se de que o marketing digital encontrou sua empresa para empresas que nunca ouviram falar dela por meio de boas práticas e recursos de execução de boa estratégia.
  • Entenda os limites do marketing para as crianças:
    Por sua inocência e fragilidade, a criança ainda não sabe o que é dinheiro, consumo e marketing. Ela não entende que a publicidade usaria sua imaginação para vender produtos de que talvez nem precisasse. A publicidade sabe como misturar fantasia e realidade para convencer o público. Portanto, em face da publicidade infantil, entidades e associações têm se mobilizado para promover a proteção das crianças. Quando a publicidade infantil tira proveito de sua falta de julgamento e experiência, é considerada abusiva perante a lei.

Gostou do nosso post?
Esperamos que o conteúdo tenha relevância para suas pretensões, seja para estudos ou
para começar aquela estratégia. E caso tenha sugestões, dúvidas, ou queira ajuda para
alavancar seu negócio, estamos à disposição.

Read More

4 motivos para você começar a anunciar no Google, hoje!

Anunciar no Google é uma forma útil de aumentar as visitas e vendas do site (seja por meio
eletrônico negócio ou loja física), com campanhas estruturadas, bem segmentadas,
acompanhamento e mensurações precisas, sempre mantendo o controle sobre os custos e
resultados, em busca de retornos cada vez maiores para o seu negócio.
4 motivos para você começar a anunciar no GOOGLE, hoje!

No lugar certo, na hora certa

Você já ouviu dos micro momentos? Eles são um conceito criado pelo Google para
definir os momentos que uma pessoa usa um dispositivo para resolver alguma questão
específica, e é exatamente porque a necessidade está tão alta é que você pode
anunciar. Se ele está pesquisando como cozinhar algo, ofereça uma panela, um
conteúdo ou uma comida pronta. E se ele quiser comprar acho que eu não preciso nem
falar né?

Mensuração é o segredo do sucesso!

Como diria Peter Drunk: Não se gerencia o que não se mede! Você consegue medir o
impacto da campanha e ainda gerenciar o comportamento dos potenciais
consumidores dentro da sua oferta com as ferramentas de Analytics.

O anúncio é seu, a oferta é sua!

Quem faz publicidade e anúncios em veículos tradicionais sofre com o tempo do
anúncio! A gente quebra a cabeça pra saber o que colocar em cada segundinho do
vídeo! Agora num anúncio do google, apesar de ter que pensar muito bem no criativo
ou nas palavras, você tem a possibilidade de colocar qualquer coisa. Se sua oferta é
muito boa você tem liberdade para colocar como quiser.

Flexibilidade

A campanha não tá performando? Tira!
Achou uma palavra chave nova? Coloca.
Quer explorar de maneira diferente uma Geolocalização nova? Só configurar!

Gostou do nosso post?
Esperamos que o conteúdo tenha relevância para suas pretensões, seja para estudos ou
para começar aquela estratégia. E caso tenha sugestões, dúvidas, ou queira ajuda para
alavancar seu negócio, estamos à disposição.

 

Read More

Persona V.S. Público Alvo: Entenda de uma vez por todas a sua diferença e como usar para direcionar suas estratégias no marketing

Todos os dias novas nomenclaturas surgem dentro do mundo do marketing digital e o que nos resta  é ficar perdido no meio disso tudo! No entanto, pensando pelo lado bom, esses novos nomes, só significam uma coisa: Novas técnicas, novas metodologias e novos métodos para alcançar o seu cliente estão sendo criados a todo momento e quanto mais você se atualiza, mais a frente do seu concorrente você vai ficar!

Seja bem-vindo, caro leitor.

Aposto que você parou neste blog post porque em algum momento de sua busca incansável por conhecimento de marketing tenha se deparado com os termos Persona e Público-alvo e, possivelmente, devido a tantas tentativas de explicações disponíveis, também tenha ficado perdido sem saber a diferença entre os dois, ou como e em que situações usufruir da construção desses dois conceitos.

 

Bom, pode comemorar porque estamos aqui para resolver este problema! Em um post bem objetivo vou te explicar tudo o que você precisa saber para entender as diferenças e, principalmente, aproveitar de todo o potencial que a formação de público alvo e persona pode ter no seu negócio.

E aí, vamos ao que interessa?

O que são, afinal, estes dois conceitos?

Podemos dizer que estamos falando de dois dos conceitos mais importantes no marketing atual, talvez pelo fato dos dois estarem presentes em todas as teorias que estudam os pilares do marketing. Definir o público alvo e a Persona é o primeiro passo para encontrar a estratégia certa para atingir o cliente ideal, com o produto ou serviço ideal e no momento ideal.

Basicamente, eles são uma maneira prática de estudar o mercado consumidor. Estudo esse que deve nortear todas as decisões a partir daí. Veja bem, eu falei deve!

É importante ressaltar este dever, pois muitas empresas acabam não se importando com o passo zero de todo negócio.

Fica esperto:

Se você começou um negócio e ainda não definiu seu público alvo e não pensa em elaborar uma persona, você começou com o pé errado. Mas calma que tudo tem seu tempo, não é? Espero que depois deste post blog, você saia daqui estudando as peculiaridades de seu mercado ideal.
Agora se você leu até aqui e pensa em sair deste post, achando que estudar público alvo e personas é “balela”, posso lhe dizer abertamente que seu negócio está destinado ao fracasso.

Entenda o público alvo, de uma vez!

Quando se fala em Público-alvo, falamos de um conceito que abrange determinado grupo de pessoas a serem alcançadas pela estratégia de um negócio, para levar até esse público seu produto ou serviço. Este grupo de pessoas pode ser segmento por diversos âmbitos:
⦁ Demográfico: Sexo, idade, número de pessoas na família, etc.
⦁ Socioeconômico: Renda, grau de instrução, classe social, etc.
⦁ Comportamental: momento de compra (sazonal ou cotidiano), utilização do que se compra (casual, formal)
⦁ Psicográfico: Valores, desejos, ambições, opiniões, etc.

Aí vai um exemplo de público alvo:

-Mulheres acima de 40 anos ( segmentação demográfica)
-Moradoras de Londres (segmentação demográfica);
– Renda e acima de $ 3000 (segmentação socioeconômica);
-Solteiras independentes (segmentação psicográfica )
-Gostam de roupas requintadas (Segmentação comportamental)

Após esclarecer o conceito de público -alvo, chegou a vez dela… a Persona.

Mas, você sabe o que é uma persona?

Persona é uma figura arquétipa, semi-fictícia, que representa o cliente ideal de uma empresa.
Impulsionadas pelo Inbound Marketing, as Personas ajudam a conhecer a fundo quem é e o que o cliente precisa, de acordo com suas ações comportamentais, por meio de abordagens diretas, como entrevistas feitas pessoalmente, ou mesmo indiretas, por meio de pesquisas.

Saber o que a Persona vê, ouve, sente, faz, bem como quais são suas dores e necessidades, fazem parte desse estudo minucioso em prol do sucesso de uma estratégia de Marketing Digital.

Analisando os dois conceitos, pode-se dizer que as Personas podem ser consideradas um conceito ampliado de Públicos-alvo, frisando de forma cada vez mais rica e detalhada, as informações que direcionarão a estratégia de Marketing de uma empresa.

Quanto mais real for uma Persona, maior a chance de sucesso!

Isso pode ser explicado: Ter um Target elevado, nem sempre é sinal de que uma estratégia possa atingir de forma satisfatória um determinado público, daí a importância de uma maior capacidade de precisão, a qual somente a criação de uma Persona pode revelar, inclusive, reconhecendo outras novas oportunidades dentro desse mesmo público.

Exemplo de Persona:

-Mary
-43 anos
– Gosta de Viajar
– Se considera na “melhor idade”
– Entrou recentemente num site de relacionamentos
-Quer renovar o guarda-roupas

E aí, gostou do post?

A Skill Marketing agradece sua leitura e se coloca à disposição de sua empresa para dar início àquela estratégia e ajudá-lo a alcançar seu objetivo.

 

Read More