fbpx

Persona V.S. Público Alvo: Entenda de uma vez a diferença e como usar para direcionar suas estratégias de marketing.

Todos os dias novas nomenclaturas surgem dentro do mundo do marketing digital e o que nos resta  é ficar perdido no meio disso tudo! No entanto, pensando pelo lado bom, esses novos nomes, só significam uma coisa: Novas técnicas, novas metodologias e novos métodos para alcançar o seu cliente estão sendo criados a todo momento e quanto mais você se atualiza, mais a frente do seu concorrente você vai ficar!

Seja bem-vindo, caro leitor.

Aposto que você parou neste blog post porque em algum momento de sua busca incansável por conhecimento de marketing tenha se deparado com os termos Persona e Público-alvo e, possivelmente, devido a tantas tentativas de explicações disponíveis, também tenha ficado perdido sem saber a diferença entre os dois, ou como e em que situações usufruir da construção desses dois conceitos.

 

Bom, pode comemorar porque estamos aqui para resolver este problema! Em um post bem objetivo vou te explicar tudo o que você precisa saber para entender as diferenças e, principalmente, aproveitar de todo o potencial que a formação de público alvo e persona pode ter no seu negócio.

E aí, vamos ao que interessa?

O que são, afinal, estes dois conceitos?

Podemos dizer que estamos falando de dois dos conceitos mais importantes no marketing atual, talvez pelo fato dos dois estarem presentes em todas as teorias que estudam os pilares do marketing. Definir o público alvo e a Persona é o primeiro passo para encontrar a estratégia certa para atingir o cliente ideal, com o produto ou serviço ideal e no momento ideal.

Basicamente, eles são uma maneira prática de estudar o mercado consumidor. Estudo esse que deve nortear todas as decisões a partir daí. Veja bem, eu falei deve!

É importante ressaltar este dever, pois muitas empresas acabam não se importando com o passo zero de todo negócio.

Fica esperto:

Se você começou um negócio e ainda não definiu seu público alvo e não pensa em elaborar uma persona, você começou com o pé errado. Mas calma que tudo tem seu tempo, não é? Espero que depois deste post blog, você saia daqui estudando as peculiaridades de seu mercado ideal.
Agora se você leu até aqui e pensa em sair deste post, achando que estudar público alvo e personas é “balela”, posso lhe dizer abertamente que seu negócio está destinado ao fracasso.

Entenda o público alvo, de uma vez!

Quando se fala em Público-alvo, falamos de um conceito que abrange determinado grupo de pessoas a serem alcançadas pela estratégia de um negócio, para levar até esse público seu produto ou serviço. Este grupo de pessoas pode ser segmento por diversos âmbitos:
⦁ Demográfico: Sexo, idade, número de pessoas na família, etc.
⦁ Socioeconômico: Renda, grau de instrução, classe social, etc.
⦁ Comportamental: momento de compra (sazonal ou cotidiano), utilização do que se compra (casual, formal)
⦁ Psicográfico: Valores, desejos, ambições, opiniões, etc.

Aí vai um exemplo de público alvo:

-Mulheres acima de 40 anos ( segmentação demográfica)
-Moradoras de Londres (segmentação demográfica);
– Renda e acima de $ 3000 (segmentação socioeconômica);
-Solteiras independentes (segmentação psicográfica )
-Gostam de roupas requintadas (Segmentação comportamental)

Após esclarecer o conceito de público -alvo, chegou a vez dela… a Persona.

Mas, você sabe o que é uma persona?

Persona é uma figura arquétipa, semi-fictícia, que representa o cliente ideal de uma empresa.
Impulsionadas pelo Inbound Marketing, as Personas ajudam a conhecer a fundo quem é e o que o cliente precisa, de acordo com suas ações comportamentais, por meio de abordagens diretas, como entrevistas feitas pessoalmente, ou mesmo indiretas, por meio de pesquisas.

Saber o que a Persona vê, ouve, sente, faz, bem como quais são suas dores e necessidades, fazem parte desse estudo minucioso em prol do sucesso de uma estratégia de Marketing Digital.

Analisando os dois conceitos, pode-se dizer que as Personas podem ser consideradas um conceito ampliado de Públicos-alvo, frisando de forma cada vez mais rica e detalhada, as informações que direcionarão a estratégia de Marketing de uma empresa.

Quanto mais real for uma Persona, maior a chance de sucesso!

Isso pode ser explicado: Ter um Target elevado, nem sempre é sinal de que uma estratégia possa atingir de forma satisfatória um determinado público, daí a importância de uma maior capacidade de precisão, a qual somente a criação de uma Persona pode revelar, inclusive, reconhecendo outras novas oportunidades dentro desse mesmo público.

Exemplo de Persona:

-Mary
-43 anos
– Gosta de Viajar
– Se considera na “melhor idade”
– Entrou recentemente num site de relacionamentos
-Quer renovar o guarda-roupas

E aí, gostou do post?

A Skill Marketing agradece sua leitura e se coloca à disposição de sua empresa para dar início àquela estratégia e ajudá-lo a alcançar seu objetivo.

 

Read More